Além das receitas oriundas da prestação de serviços aos associados, os sindicatos patronais possuem quatro tipos de contribuições.

O imposto sindical e a contribuição negocial patronal (ou assistencial), são obrigatórias para todos os integrantes das categorias representadas.

A contribuição associativa é uma mensalidade que empresas e condomínios associados pagam ao SECOVI para acessarem os serviços oferecidos pela entidade.

Já a contribuição confederativa é uma obrigação instituída pela própria Constituição Federal para manutenção do sistema confederativo sindical (sindicato, federação e confederação), devida por todos os integrantes das categorias representadas pelo sindicato, mediante autorização em assembleia geral, porém não é comumente utilizada pelo SECOVI.